Martim Cererê
José Geraldo Rocha

ISBN:857527029-X

R$ 32,00

Martim Cererê:
Este livro é uma adaptação para o teatro da obra Martim Cererê, publicada em 1928 (ano do Manifesto Antropófago de Macunaíma e do radicalismo primitivista). O caráter épico e narrativo de Martim Cererê tem sido alvo de inúmeros trabalhos que procuram dimensionar a participação desses elementos, de qualquer modo, identificáveis no lendário, na visão estética do mito, na universalidade do sentimento que vai buscar o elemento estrangeiro para salientar o elemento nacional, especialmente nas aproximações como o Ulisses grego: “Certo dia, chegou um marinheiro e ouviu o canto da Uíara. Não se amarrou ao mastro do navio, nem mandou tapar os ouvidos dos demais marinheiros. Saltou logo em terra e ofereceu-se para casar com ela”; O enredo desenvolve a lenda do surgimento da noite e do desenvolvimento do Brasil. O índio Aimberê e o marinheiro branco Martim apaixonam-se pela Uíara, que se propõe a se casar com aquele que lhe trouxesse a noite. Martim vai a África e traz a noite que são os negros escravos. Da união , surgem os bandeirantes, que desbravam os sertões e constroem a metrópole paulistana. O livro tematiza a formação do Brasil, resultante da oposição entre o mundo primitivo, da fantasia, dos mitos (ontem) e a vida real (hoje).